Fórum relacionado com o Mundo do Eurovision Song Contest


    Tópico Geral

    Compartilhe
    avatar
    cranboy
    Administrador
    Administrador

    Data de inscrição : 04/09/2013
    Mensagens : 2160
    Idade : 33
    Localização : Aveiro

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por cranboy em Ter Maio 09 2017, 22:19

    Segundo ano seguido que perco a minha preferida nas SF's... desta vez muito injusto...

    avatar
    MarcoS
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 17/11/2013
    Mensagens : 2653
    Idade : 24
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por MarcoS em Ter Maio 09 2017, 22:21

    Também achei a eliminação da Finlândia uma merda de todo o tamanho.
    avatar
    MarcoS
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 17/11/2013
    Mensagens : 2653
    Idade : 24
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por MarcoS em Ter Maio 09 2017, 22:26

    Honestamente, se o Salvador saca um 2nd half nós ainda vamos lutar pela vitória com italiano
    avatar
    Miguel
    Super Fã
    Super Fã

    Data de inscrição : 14/10/2013
    Mensagens : 1150

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por Miguel em Ter Maio 09 2017, 22:27

    Incrível ter uma Grécia ou uma Polónia na final e uma Finlândia a ficar pela semi. Isto só na Eurovisão.
    avatar
    Filip
    Administrador
    Administrador

    Data de inscrição : 06/09/2013
    Mensagens : 1237
    Idade : 25
    Localização : Portugal

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por Filip em Ter Maio 09 2017, 22:34

    Isto foi lindo. Estou tão feliz!!!!
    avatar
    VitorBruno
    Super Fã
    Super Fã

    Data de inscrição : 08/11/2013
    Mensagens : 496
    Idade : 23
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por VitorBruno em Ter Maio 09 2017, 22:46

    Yaaaaaaay I love you
    Acho que os grandes choques foram mesmo a passagem da Polónia e a não passagem da Finlândia. De resto, mais ou menos diferente, era bastante expectável.
    avatar
    VitorBruno
    Super Fã
    Super Fã

    Data de inscrição : 08/11/2013
    Mensagens : 496
    Idade : 23
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por VitorBruno em Ter Maio 09 2017, 22:47

    Dispensava fácil a Grécia na final. E apesar de adorar a música da Bélgica, acho que a atuação não mereceu a passagem.
    avatar
    JDiogo
    Profissional do ESC
    Profissional do ESC

    Data de inscrição : 22/09/2013
    Mensagens : 2427
    Idade : 24
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por JDiogo em Ter Maio 09 2017, 23:00

    YEYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYY I love you I love you
    avatar
    MarcoS
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 17/11/2013
    Mensagens : 2653
    Idade : 24
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por MarcoS em Ter Maio 09 2017, 23:16

    O Salvador ficou na primeira metade Sad Sad Sad
    avatar
    Marie Grzechowski
    Profissional do ESC
    Profissional do ESC

    Data de inscrição : 16/10/2013
    Mensagens : 2276
    Idade : 25
    Localização : Sesimbra

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por Marie Grzechowski em Qua Maio 10 2017, 00:27

    Só eu me ri do flop finlandês? Laughing

    O único finalista que me surpreendeu foi a Austrália, acho que aquilo correu mal. xD
    avatar
    CláudioV
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 26/09/2013
    Mensagens : 3528
    Idade : 25

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por CláudioV em Qua Maio 10 2017, 00:34

    Finalmente de volta à final cheers Ainda bem que não deixaram para o fim na hora de anunciar os finalistas.

    Só me espantei assim mais com a eliminação da Finlândia. Não gosto, mas não contava com o flop. Muito contente por ver que Chipre conseguiu. Polónia está lá sempre já Laughing E a Islândia tem de ir à bruxa, claramente. O momento WTF desta semifinal vai para Montenegro Laughing
    avatar
    Tiago D
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 15/10/2013
    Mensagens : 3660
    Idade : 25

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por Tiago D em Qua Maio 10 2017, 03:34

    Estou longe de adorar a Finlândia mas não esperava a eliminação...estava mais a ver a Bélgica a ir de vela muito sinceramente, não gostei nada daquilo, quando saiu dos graves para os agudos parecia que estava a chorar e a cantar ao mesmo tempo Laughing

    Muito muito contente por Portugal, Chipre que foi das atuações que mais gostei da noite e claro pela Polónia que a meu ver mereceu a passagem desde o inicio, estava a torcer muito por ela.

    Pobre Islândia...está tornado num pais que tem de levar sei lá o quê para passar. É verdade que a atuação não foi muito original, e está mais que visto que cantar bem e ter uma boa voz não é sucesso para ninguém Sad Sad

    Estava à espera de gostar muito mais da Austrália, fiquei bastante desiludido. Grécia passou e ainda bem, foi mais que justo e ela cantou muito bem. As atuações que mais gostei foram (por ordem de atuação), Azerbaijão, Portugal, Grécia, Polónia, Chipre e Arménia, ainda bem que passaram todos!!!

    A Eslovénia até me surpreendeu mas era difícil com aquela música Neutral A rir muito com a eliminação da Letónia Laughing Laughing Laughing Na quinta a amiga Lituânia junta-se com ela lá pelos bálticos Cool Cool

    Não queria que a Moldávia passasse mas depois de atuarem fiquei logo com a sensação que aquilo ia resultar e foram apurados Rolling Eyes

    Hot Dog Life
    Super Fã
    Super Fã

    Data de inscrição : 17/03/2014
    Mensagens : 295
    Idade : 25
    Localização : Bobadela

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por Hot Dog Life em Qua Maio 10 2017, 05:43

    Achei que foi dos anos em que globalmente pior se cantou. Nota negativa também para os comentadores da RTP, dos quais não gostei nada...constantemente a falarem um por cima do outro, não deixavam ouvir o que os anfitriões diziam e ainda tiveram falhas bizarras como confundir a Suécia com a Suíça e a Letónia com a Lituânia. Quanto às músicas e actuações em si:

    Suécia: A actuação é boa, mas acho que no palco de Kiev não resulta tão bem como num ambiente mais intimista e fechado como o MF. Musicalmente continuo a achar que não é grande coisa, mas percebe-se a passagem embora espere que Sábado não ande pelos lugares cimeiros.

    Geórgia: Bastante melhor que o esperado. Ela cantou bastante bem e o cenário estava engraçado...não me importava que passasse, mas também não vou sentir falta desta canção na final.

    Austrália: Sinceramente acho que a actuação não correu assim tão mal como já li, tirando alguns planos de câmera completamente disparatados. A música é mais ou menos, vocalmente também foi mais ou menos...enfim, é daquelas que se engole.

    Albânia: Tudo bem em termos de actuação, mas era difícil tirar algo mais desta canção. De resto, tem sido o normal deste país nos últimos anos.

    Bélgica: Isto foi um bocado sofrível de se ver. Ela parecia estar com mais vontade de começar a chorar do que de cantar, e ainda por cima estava com cara de frete. Gosto da música, mas tiveram muuuita sorte em conseguir a passagem.

    Montenegro: Nos ensaios nem me tinha apercebido do quão horrível era aquele vestido. Mesmo assim, esperava pior...para mim conseguiu não ser o pior da noite, o que já foi positivo.

    Finlândia: Pois...não houve nada de errado com a performance, mas esta canção é demasiado linear para um evento deste tipo. Não se destacou, o que por um lado era previsível, mas por outro foi pena, porque passaram pelo menos duas canções bem piores.

    Azerbaijão: Para mim, a maior desilusão da noite. Tirando o refrão, isto foi doloroso de ouvir do ponto de vista vocal...medonho mesmo! Valeu a actuação, e mesmo essa não achei assim tão boa como a pintam.

    Portugal: Ok, até posso não gostar da música, mas o Salvador conseguiu cantar afinado do princípio ao fim, o que foi uma raridade nesta semi-final. O fundo estava muito bom, especialmente na parte final da canção....parabéns!!!

    Grécia: Boa actuação em termos cénicos, mas o coro foi desastroso...no refrão então parecia aquelas velhinhas da igreja, que quando toda a gente já acabou de cantar continuam na última nota infinitamente...

    Polónia: Alguém me explica como é que isto passou? É que para mim foi a pior da noite. Não só foi má vocalmente, como a cantora estava sempre a fazer caras que metiam medo. Incompreensível!

    Moldávia: Epá, isto é uma bosta pegada, nem sequer achei a actuação particularmente divertida (dançam bem, vá) e ainda por cima desafinaram. Devem ter passado pelo público, mas o júri devia tê-los metido de caras nos últimos lugares impossibilitando a passagem.

    Islândia: Talvez a maior surpresa positiva da noite, porque não gosto da música mas achei a actuação bastante bem conseguida, especialmente a nível vocal. Acho que não tinha dito isto ainda, mas aquela tatuagem entre os seios é horrível.

    República Checa: Ela sempre levou aquele vestido feio...damn! Nada a dizer em relação à actuação, mas com aquela canção estava condenada.

    Chipre: O fundo foi demasiado Bélgica 2015, como infelizmente se previa. Ele esteve bem a nível vocal, mas achei a actuação um bocado cansativa e repetitiva. Mereceu passar, mas vai estar nos últimos lugares da final.

    Arménia: Rebentou tudo! Resultou muitíssimo bem em TV, e o cenário destacou ainda mais as qualidades da canção. Sinceramente, não me admiro nada se tiver ganho a semi-final, e pode claramente ser a dark-horse do ano.

    Eslovénia: Ainda não percebi o ódio em relação a esta música, mas para mim devia ter passado, e de caras. Das melhores actuações da noite, quer em termos vocais como cénicos. Bah...

    Letónia: O esperado. Aquele fundo não ficou tão piroso como parecia pelos ensaios, mas mesmo assim foi uma abordagem totalmente errada a este tema. Isto pedia um visual disco puro, mas estes meteram em palco enfeites de carnaval. Não resultou, as expected.

    Resumindo, por mim tinham passado Eslovénia e Islândia/Finlândia no lugar de Moldávia e Polónia. Se o Azerbaijão tivesse ficado pelo caminho também era bem-feita, mas neste caso pela qualidade da música acho que merece uma segunda oportunidade.
    avatar
    MarcoS
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 17/11/2013
    Mensagens : 2653
    Idade : 24
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por MarcoS em Qua Maio 10 2017, 15:52

    Em termos gerais, achei uma semi-final musicalmente fortíssima, mas com péssima qualidade vocal. É uma vergonha trazerem cantores incapazes de afinar o mínimo. Enfim...

    Suécia - a actuação mais polida de todas. Eficaz, embora boring. Gosto muito da música, mas é tudo demasiado encenado para me parecer bem. Vocalmente o Robin esteve seguro. Óbvio que merece a passagem e um lugar bem lá em cima na final.

    Geórgia - Uma das maiores surpresas da semi-final para mim. Nunca dei nada por isto, mas resultou bem em termos cénicas e vocalmente seguríssima. Era daquelas que não me incomodava se tivesse passado, mas entendo a não passagem.

    Austrália - A música é bastante razoável. A actuação tem altos e baixos. Vocalmente esteve fraquito. Deve ter passado com muita ajuda do júri porque no dress rehearsal cantou muitíssimo bem. Também não apreciei a roupa.

    Albânia - A moça é bonita, tem uma voz impecável e uns backgrounds giros. Roupa péssima e a música é repetitiva e uma gritaria de todo o tamanho. Ainda bem que ficou pela semi.

    Bélgica - Ela estava com uma cara de cu enorme. Parece que alguém a estava torturar, credo. A música é excelente. A actuação é uma merda. A voz dela é mázinha e as tentativas forçadas dela se mexer dão-me arrepios. Não me incomodava nada que ficasse pela semi, mas a versão de estúdio é óptima e daí pode trazer qualidade à final.

    Montenegro - A música é péssima. A voz dele idém. A actuação não resultou muito bem, apesar de todo o esforço dele. É um fofo, mas foi dos piores da semi.

    Finlândia - Eu nunca fui fã da música, mas julgo que merecia a passagem. Voz on point e actuação on point. Todos os anos há um injustiçado a ficar de fora e este ano calhou à Finlândia.

    Azerbaijão - Eu gosto muito da música, a actuação é visualmente muito forte, mas a voz dela falhou claramente. E não me venham dizer que é a forma dela cantar porque eu não compro isso. Óbvio que isto é muito difícil de cantar, mas ela não esteve à altura. Ainda assim, passagem merecida.

    Portugal - Tentando ser imparcial, foi, de longe, o melhor da semi. Vocalmente on point, cenicamente extraordinário e eu arrepiei-me por todos os lados a ouvir isto. Foi tudo o que os outros falharam em ser. Foi mágico.

    Grécia - Isto devia entrar num livro de "Como tornar uma música merdosa numa actuação agradável". Funcionou tudo, menos as vozes. Como o público geral não quer saber disso, era óbvio que passava.

    Polónia - Já tive uma fase em que adorava isto e também já detestei. Ontem funcionou bem e julqo que foi uma passage merecida, apesar de vocalmente ter alguns erros. Adoro o vestido.

    Moldávia - A música é má, mas funcionou bem. Por mim não passava, mas entendo perfeitamente o resultado.

    Islândia - Eu sempre gostei da música, acho que a actuação funcionou bem e por mim teria passado. Mas honestamente julgo que precisava de algo que causasse mais impacto para ser notada.

    Chéquia - Tudo certo aqui, menos o vestido dela (na feira aqui da zona há trapos melhores Razz) e a  música, que será sempre uma seca. Resultado mais do que esperado.

    Chipre - Funcionou tudo relativamente bem. Foi daqueles borderline qualifiers que não me incomodou nada. Sempre gostei da música. No fundo, é a prova que plagiar coisas que funcionam ainda dá resultado (como se tem provado no ESC ano após ano...)

    Arménia - Cenicamente, de longe, a actuação melhor e mais elaborada da semi. A música é gira, mas não curto a tentativa de a tornarem uma Iveta. Resultou bem porque o cenário enche as partes mais fracas da música. Passagem merecíssima obviamente, mas não é música para ganhar o ESC como já fui lendo por aí.

    Eslovénia - Tal como na Chéquia, tudo certo aqui menos a música. Óbvio que não passava.

    Letónia - A música é gira, mas aquela actuação não fez sentido nenhum. E a moça estava pavorosa. Simplesmente não. Não passagem mais do que merecida.

    Vitória da semi entre a Arménia e Portugal. Trocava a Moldávia e a Grécia e metia a Islândia e a Finlândia.
    avatar
    Filip
    Administrador
    Administrador

    Data de inscrição : 06/09/2013
    Mensagens : 1237
    Idade : 25
    Localização : Portugal

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por Filip em Qua Maio 10 2017, 16:17

    Foi um bom começo de ESC. Os apresentadores surpreenderam-me. Estava com receio que fossem ao nível dos de Baku, mas safaram-se muito bem, tanto no inglês como na interação com o público e uns com os outros. A realização e o som foram competentes (depois de 2005, era algo a temer), com alguns erros (na atuação da Finlândia viu-se por vários segundos os operadores de câmara), mas nada de muito grave. Não gostei muito da atuação de abertura e do interval act (saudades Love Love Peace Peace), embora isso seja um pormenor quase insignificante - já se esperava que a Ucrânia nessa área fosse muito fraquinha. Os grafismos para mim, a par dos postcards, foram a pior parte (há quem não ligue a isto, mas é uma parte da Eurovisão que me fascina bastante). Parecia uma apresentação em Power Point do 7º ano! A ideia dos postcards até era engraçada, mas não se executou bem (não por ser Portugal, mas a do Salvador foi de longe a que fez mais sentido). Produção muito insatisfatória e pouco original nestes pontos.

    Suécia - Não senti o impacto do MF. Na minha opinião, esta atuação fica um bocado perdida num palco tão grande. A ilusão das passadeiras com o background não funcionou tão bem, apesar de continuarem todos com uma execução ao milímetro. A voz do Robin esteve ok, com alguns deslizes, mas que não comprometeram a cena toda. Passagem esperada, e apesar de tudo, merecida.

    Geórgia - Para além de bolorenta, a canção é extremamente cansativa. Ela cantou bem, como sempre o fez, mas ninguém aguenta três minutos de uma coisa tão batida! O ponto positivo vai para os led's, a realização e todo o ambiente da atuação, que funcionou muito melhor do que os ensaios anteviam.

    Austrália - Mixed feelings about this. Houve momentos em que gostei, em que os fundos com a cara dele até fizeram sentido para mim e em que apreciei bastante o poder vocal do Isaiah. Mas houve alturas em que me senti bastante desconfortável, principalmente na parte final em que ele se espalha ao comprido quando faz aquele agudo assustador, sem esquecer também alguns desafinanços terríveis que deu pelo meio. E aquela passadeira é totalmente desnecessária e é muito difícil não reparar que ele parece uma velhinha a andar. É provável que só tenha conseguido passar devido à boa performance que teve ante ontem no ensaio do Júri.

    Albânia - Juntar estas 3 canções não resultou. Depois da genérica Geórgia e da aborrecida e estranha Austrália, o público precisava de uma coisa mais empolgante, mas seguia-se a Albânia. Foi provavelmente a performance mais exagerada da noite. Qual foi a necessidade daquele grito que parecia não ter fim? Daquelas notas levadas ao limite? E aquele véu terrível e a pintura estranha nos olhos? Mereceu ficar nas 8 piores.

    Montenegro - O público precisava disto! É claro que isto foi terrível, é claro que ele não cantou nada, é claro que foi foleiro, azeitola, over the top, a roçar o ridículo... mas isto é a Eurovisão. Espero que coisas destas continuem a existir neste concurso, acho que não belisca minimamente a sua "dignidade", pelo contrário, dá-lhe personalidade. Era também claro que isto não ia passar, mas foi bom rir à pala da trança, da saia e das danças lindas do Slavko!

    Finlândia - Creio que todos concordamos que esta foi a injustiça da noite. Mesmo que não se goste da canção, é triste ver uma performance tão competente a falhar a Final e ter a Grécia, um cocó em forma de nota musical, a roubar lugar a isto. Não sei o que poderá ter comprometido esta música, pois não me lembro de ter notado qualquer falha gritante para além de um pequeno erro da vocalista a meio da atuação (há quem tenha feito pior e passou). Os fãs finlandeses têm direito a estar revoltados - mereciam mesmo passar!

    Azerbaijão - Performance à Azerbaijão - cativante, pensada ao pormenor para funcionar em tv, com um bom momento de clímax (a abertura da cena) e com uma voz limitada. No entanto, a Dihaj, nesse ponto, esteve aceitável, notando-se porém um enorme apoio dos backing vocals. Foi uma das minhas favoritas da noite e pelo seu todo, mereceu sem dúvida a passagem à Final.

    Portugal - A conversa da simplicidade e do intimisto parece ser uma tecla presa, mas é impossível não falar disso. Não parecia que o Salvador estava em Kiev. Parecia um festival à parte, um show diferente. Uma espécie de pausa. Não critico as pirotecnias, os aparatos, a máquina de ventos, os hologramas, as luzes, os gritos das divas, porque a Eurovisão também é isso e não vai deixar de ser. Mas é por existir tudo isso que somos tão especiais este ano - não há ninguém como nós, que se dispa dessas coisas todas e apresente unica e exclusivamente uma música e uma voz. Excelentes! O Salvador viajou à sua maneira e foi igual a si próprio (que continue a ser!). A realização esteve no ponto. O som esteve perfeito. A atmosfera na arena foi de arrepiar. Há muitos motivos para nos sentirmos orgulhosos. Já está a ser o nosso ano!

    Grécia - O finalista mais injusto. Ela canta mal, foi levada ao colo pelo coro e não conseguiu fazer as notas mais importantes. A atuação é super eurovisiva, mas recorre a uma das fórmulas mais antigas deste concurso. A música vale zero, quem é que não entende isso? Questiono-me como terá passado. O júri votou nisto? Não é suposto eles apreciarem a capacidade vocal, a originalidade da música, a qualidade da letra? É evidente que foi, seguramente, TOP10 do público, mas custa-me acreditar que houve uma combinação entre as duas votações que permitiu a esta canção passar. Espero não me surpreender pela negativa no Sábado em relação a isto.

    Polónia – Esta música deixa-me muito confuso. Quando fiz as primeiras audições deste ano, ela destacou-se como uma das mais originais e arrojadas e chegou até a chegar às minhas 10 favoritas. Com o passar do tempo tornou-se irritante, e foi precisamente isso que eu senti ontem à noite. A Kasia é uma boa vocalista e aguenta a canção como ninguém, mas a música, que até começa bem e termina bastante melhor (quando se torna meio épica ali na parte final), acaba por enrolar e enrolar e irritar-me profundamente. Parece um livro com um início que promete, um fim que até é giro mas um miolo que se arrasta e que só faz desejar que acabe. No entanto, tendo em conta a prestação vocal, o poder enorme da diáspora polaca e a boa atmosfera dada com os backgrounds, a Final é perfeitamente compreensível.

    Moldávia – Acredito que a Moldávia ficou no TOP3 do público nesta Semifinal. E é provável que tenham conseguido um bom lugar no júri também. Pode ser uma das surpresas deste ano! A atuação destaca-se bastante, apesar dos seus inúmeros defeitos, mas é uma quebra super necessária num ano dominado pelas músicas mais calmas, é uma verdadeira lufada de ar fresco. E tal como Montenegro, a Eurovisão precisa destas azeitices e destas músicas descomprometidas para manter vivo o seu verdadeiro espírito - mas estes, ao contrário do Slavko, não roçaram o vulgar e o ridículo. Estão merecidamente na Final!

    Islândia - A Svala esteve muito bem - foi provavelmente uma das que mais gostei de ouvir ontem à noite. Mas faltou muita coisa. A música perdeu-se facilmente na Semifinal, o look dela era estranho e não a favorecia, não havia magia em palco, qualquer jogo de câmaras interessante, qualquer coisa que fosse capaz de prender a atenção. Tenho pena por ter ficado afastada da Final, pois é uma das minhas favoritas deste ano, mas avaliando exclusivamente pela atuação, percebe-se bem o não-apuramento.

    Chéquia - Confesso que não me lembrava desta atuação - a não ser o que ela tinha vestido (parecia que estava pronta a ir ao forno). Este esquecimento acaba por resumir o que eu e a maior parte das pessoas achou disto. Fui rever, e a Martina até esteve bem, apesar de ter notado ali algumas falhas na posição dela em relação aos led's do chão. Esta foi a única música que me lembro de ter pensado "é garantido que não vai passar". Fico um pouco triste pela Martina, pois tanto eu como os fãs portugueses desenvolveram esta relação fofinha com ela por causa da cena com o Salvador - E ela sempre foi impecável, muito simpática e querida. Mas isso não chega, e a canção era mesmo muito fraca (é provável que tenha ficado em último).

    Chipre - No direto não me seduziu por aí além, mas ao rever no youtube reparei em pormenores interessantes no jogo de câmaras e led's que acho que elevaram esta canção. Não deixa de ser uma cópia em diversos aspectos, um produto sueco muito batido e um todo mediano. Ele cantou bem e segurou a canção até ao fim, o que nesta Semifinal parecia estar a ser difícil para todos. Compreendo a passagem (embora tenha sido o único que me fez saltar de surpresa).

    Arménia - Notam-se muitas influências do staging do ano passado em praticamente tudo. Gostei muito, mas esperava algo mais grandioso e impactante (talvez ao nível do videoclip), e tenho pena que não tenham transformado isto numa performance vencedora, porque a música tem capacidade para isso. O palco pareceu-me por vezes muito vazio. A coreografia puxa ao étnico e é muito interessante. E a Arménia está garantida no TOP10 final, com grande apoio do público e também do júri, como se esperava desde o início!

    Eslovénia - Houve um momento de parvoíce em que acreditei que isto podia enfiar-se ali num buraquinho e passar à Final, talvez por ser a última balada da noite, por o Omar se ter portado muito bem e pelo palco ser um dos melhores (finalmente alguém utiliza o chandelier completamente). Mas a música não deixou de ser fraca e má. Esta atuação lembrou um pouco o The Voice ou o X Factor, coisa que não é muito positiva quando se fala em Eurovisão. Deve ter discutido o último lugar com a checa.

    Letónia - A última canção da noite foi a minha maior desilusão. Talvez tenha sido demais, não sei. Ou a música afinal não tinha mesmo potencial nenhum. Não gostei das cores exageradas, da vocalista que parecia um cruzamento da Katy Perry com a Sailor Moon, do ambiente em palco. Estas canções normalmente não se dão muito bem, mas apesar de tudo não ia ficar surpreendido se fossem anunciados como finalistas (sempre acreditei que a ordem de atuação os pudesse ajudar). E aquele final foi muito awkward. É pena!

    No geral, foi bom. O principal objetivo foi alcançado - estamos na Final! Confesso que depois do Salvador cantar, fiquei com 100% de certezas que iamos passar - quem diria que alguma vez ia sentir isto em relação ao meu país? Espero que no Sábado ele continue magnífico, seguro, calmo e fiel a si próprio. E que se repitam aquelas brincadeiras com a Luísa durante as recaps! Acredito que isso também nos pode ter ajudado - para além de ter sido uma das coisas mais engraçadas que vi no ESC xD Dos finalistas, retirava a Grécia e colocava a Finlândia. De resto, parece-me tudo perfeitamente justo.

    Venha a próxima Semifinal! cheers
    avatar
    VitorBruno
    Super Fã
    Super Fã

    Data de inscrição : 08/11/2013
    Mensagens : 496
    Idade : 23
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por VitorBruno em Qua Maio 10 2017, 23:00

    Vou deixar também a minha análise muito muito muito resumida desta semifinal, ate porque estive em aulas e só cheguei mesmo a casa a tempo dos resultados (apenas vi as atuações posteriormente).

    Suécia - Como já muito li por aqui, é uma atuação feita para resulta muito bem num palco pequenito como o do MF, mas que perde um bocado na Eurovisão. Parecia tudo muito vazio (defeito que na verdade considero muito muito comum este ano). De resto, bom fundo, boa performance. Mas tudo muito morno. Acredito que a Suécia será top 10, mas na metade de baixo (e mais pela falta de concorrência do que pela qualidade da canção).

    Geórgia - De toda a semi final, foi das que mais provavelmente benificiou dos efeitos de câmara. A moça canta muito bem e acho que em termos cénicos foi das melhorzitas. Mas a música tinha uma sentença de morte à partida. Não deu para mais. Sinto que a Geórgia andou lá perto.

    Austrália - Aqui valeu-lhe ser a Austrália, só. (E a pirotecnia, vá). Tudo para mim correu mal - péssimo guarda-roupa, péssimo cenário, péssima encenação. Aquela tentativa de agudização entrou nos anais da Eurovisão como um momento tristíssimo. Triste nível cães abandonados-triste, gordos-sofrendo-bullying-triste ou comentários-do-Malato-triste. A minha mãe quando vê uma barata faz melhor. E mais afinado.

    Albânia - Tinha muitas coisas para correr bem - o fundo maravilhoso, o vozeirão dela, a realização... menos a música ser média e ser a Albânia. Não faria comichão que passasse, até achei que merecesse. Mas não me fez também muita o contrário.

    Bélgica - Na versão estúdio, Crying or Very sad é das minhas preferidas, senão a preferida mesmo. Crying or Very sad Mas o live torna-a uma candidata ao bottom da final (que acredito mesmo que é o seu destino). Crying or Very sad O vestido não é o que a música pede, o jogo de luzes podia ser melhor, a voz dela não tá a jogar muito bem. Crying or Very sad Ela parece borrada de medo. Não tenho outra palavra. Crying or Very sad E já disse que parece sempre que ela vai chorar a qualquer minuto? Crying or Very sad

    Montenegro - O dia em que a Eurovisão se personificou e subiu ao palco. Aqui achei um bocado descabido e condenado ao insucesso. No Trumps acharia um espetáculo. Se não ficou no fundo, foi pelo televoto.

    Finlândia - Dos maiores crimes que já vi serem cometidos em semi-finais do ESC. Só me lembro de um choque semelhante quando Israel não passou em 2014. Tudo estava bem - a música é lindíssima, o staging também, a voz boa... juro que não percebo. Alguém falhou redondamente aqui - ou o público, ou o júri (quero crer que não foram ambos).

    Azerbaijão - Aquela que tinha potencial para discutir a vitória da semi-final, acabou por perder largamente essa oportunidade a meu ver.. E não acho que tenha estado assim tão mal a nível vocal. Mas acho que a versão live não tem nem metade da força e continuo a não gostar nada do staging. Não me cativou nada e não percebo mesmo o que se vê de bom. Merece a passagem sim. Irá discutir o top 10, sim. Mas desiludiu.^

    Portugal - Oh pá que mais há a dizer? Esta prestação tá a ser tudo o que um fã de Portugal sempre quis - participantes interessantes (quer o Salvador, quer a Luisa) enquanto pessoas, uma atuação pensada - o que é um inédito!, um staging maravilhoso (que acho que sempre perdemos nesse campo)... tudo tá no ponto. Cada vez gosto mais da canção (sem a amar), mas sem dúvida que amo a performance. Já valeu a pena (e sim, entusiasma mesmo muito tarmos já quase colados à Itália nas odds).

    Grécia - Canção básica, atuação trabalhada mas com muitos clichés, cabelo lambidíssimo (mau gosto que não a favorece nada). Esta é sem duvida a passagem que me deixa mais ressabiado.

    Polónia - Não amando a canção, percebo o seu apuramento. Ela canta muito bem, a canção é construída de modo a ir crescendo, e um staging a meu ver simples mas muito elegante e agradável aos olhos. Vai à final mas sem fazer mossa. Abaixo do 15º nas minhas previsões.

    Moldávia - Uma passagem que eu não previa, mas mais uma vez até nem me faz comichão. Acho que faz falta uma participação assim para, e vou usar uma palavra que gosto muito, "avacalhar" um pouco a final e dar alguma animação à coisa. Escusado será dizer que 70% da qualificação se deverá ao Epic Sax Guy.

    Islândia - Esta deixou-me imensa pena. Não por não ter passado. Para isso puseram-se a jeito. Mas sim porque é uma canção que eu acho estupenda, e a Islândia fez cocó. Não pegou no staging e no jogo de câmaras para tornar isto algo memorável, nem sequer se dignou a escolher uma veste bonita ='( . E f****-se. Mas pronto, acho que a Islândia e a Finlândia estão a começar a sofrer da síndrome "never-gonna-reach-the-final-no-matter-what-we-bring".

    R. Checa -
    Tá a vista de todos os motivos pelos quais não passaram. E ainda por cima com um fato super cintilante para nos lembrarmos mais ainda.

    Chipre - Foi dos poucos casos em que a atuação foi trabalhada e isso deu os seus frutos. um bocado too much para mim, mas não me surpreendeu que tenha passado. Há de ter ficado média no televoto, média no júri, e lá passou entre os pingos da chuva. Não há-de causar grandes estragos na final de sábado.

    Arménia - De longe, das atuações mais trabalhadas e MELHOR trabalhadas desta semi. Seguramente foi outra das que discutiu a vitória. No entanto, não posso deixar de concordar com o Filipe, porque acho que esperava um pouco mais (de encontro ao que tinha visto no vídeo). Se assim fosse, diria que lutaria pela vitória. Assim, aposto só no seguro (mas merecido) TOP10.

    Eslovénia - Sempre achei esta aposta um sono de média que era. Média na música, média no estilo, média na roupa. Foi média na performance, e tanto médio junto não chama a atenção de ninguém. Vemo-nos pro ano.

    Letónia -
    Esta é outra que amo enquanto música, mas que se perde enquanto atuação. Tanto circo, tanta cor, tanto neon, tanta luz... parecia que um unicórnio tinha tido um orgasmo naquele palco. Se apostassem em algo como o vídeo oficial, ficava triste pela não passagem. Assim fico só com uma ligeira pena.

    E pronto! É este o resumo.. Achei um ano muito muito fraco em termos médios. Quanto ao staging, LEDs, câmaras, etc etc etc, acho que o ESC do ano passado bate este a léguas. Não consigo olhar para nenhuma aposta e dizer que é clara candidata à vitória (nem mesmo a Itália, aquilo pareceu me tão desensabido...). Sábado já descobrimos - e quem sabe não virá aí o nosso primeiro top 10 em muitos anos Very Happy
    avatar
    CláudioV
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 26/09/2013
    Mensagens : 3528
    Idade : 25

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por CláudioV em Qui Maio 11 2017, 23:21

    Que semifinal de loucos Sad

    Depois de ver a Croácia passar, temi muito que ainda acontecessem coisas piores. É o único ex-jugoslavo na final Shocked Creio que deverá ter sido uma vitória fácil da Bulgária na semifinal. Pobre Estónia, aconteceu o que já temia. Sad

    Nem o pedido de casamento em direto vale à Jana. A Claudia andou anos para ir ali e chega lá e não passa (e ainda bem).

    Noruega e Holanda I love you As meninas então tiveram grande atuação Very Happy
    avatar
    VitorBruno
    Super Fã
    Super Fã

    Data de inscrição : 08/11/2013
    Mensagens : 496
    Idade : 23
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por VitorBruno em Qui Maio 11 2017, 23:43

    Não sei porquê, estes resultados pareceram-me muito mais chocantes no momento, mas depois fui ver e acertei 7/10 - tantos como na primeira semi final. Se calhar foi do choque da Estónia (que gostei I love you ), e da Sérvia.

    Agora acho que tá tudo mais inclinado para a vitória da Bugária (que vai atuar na segunda metade). Penso que a Itália e (hopefully) Portugal, vão andar ali a roça-la também. Não descarto também um grande resultado ou até mesmo luta pela vitória da Roménia.
    avatar
    MarcoS
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 17/11/2013
    Mensagens : 2653
    Idade : 24
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por MarcoS em Qui Maio 11 2017, 23:47

    Se a Roménia ganha, eu corto os pulsos. Aquilo foi uma merda de todo o tamanho.
    avatar
    Marie Grzechowski
    Profissional do ESC
    Profissional do ESC

    Data de inscrição : 16/10/2013
    Mensagens : 2276
    Idade : 25
    Localização : Sesimbra

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por Marie Grzechowski em Sex Maio 12 2017, 00:04

    Que merda de resultados. Estónia :'(

    Bulgária a melhor, de longe. Mas continuo a achar que a vitória será italiana. Que o Salvador consiga sacar um top5.
    avatar
    MarcoS
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 17/11/2013
    Mensagens : 2653
    Idade : 24
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por MarcoS em Sex Maio 12 2017, 00:13

    Eu não achei o puto da Bulgária assim tão fantástico. Foi de longe o melhor da semi, mas não foi extraordinário. Não o vejo como vencedor. Será o italiano, apesar da actuação não ter metade da força do San Remo.

    Quanto ao Salvador, espero o nosso melhor resultado de sempre (seja ele qual for).
    avatar
    CláudioV
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 26/09/2013
    Mensagens : 3528
    Idade : 25

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por CláudioV em Sex Maio 12 2017, 00:47

    Ordem de atuação da final: https://eurovision.tv/story/running-order-grand-final-2017

    1. Israel
    2. Poland
    3. Belarus
    4. Austria
    5. Armenia
    6. The Netherlands
    7. Moldova
    8. Hungary
    9. Italy
    10. Denmark
    11. Portugal
    12. Azerbaijan
    13. Croatia
    14. Australia
    15. Greece
    16. Spain
    17. Norway
    18. United Kingdom
    19. Cyprus
    20. Romania
    21. Germany
    22. Ukraine
    23. Belgium
    24. Sweden
    25. Bulgaria
    26. France

    A EBU quer mesmo que façamos bom resultado este ano Cool Sad
    avatar
    MarcoS
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 17/11/2013
    Mensagens : 2653
    Idade : 24
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por MarcoS em Sex Maio 12 2017, 00:53

    Bélgica, Suécia e Bulgária tudo seguido? :O Ninguém se vai lembrar de prestar atenção à pobre da Alma

    11 é simpático para nós. Foi a posição em que o Amir cantou no ano passado. Itália a ficar com o lugar do Frans. Só não entendo a ideia de meter a Croácia em 13º. Alguém que me explique please xD
    avatar
    JDiogo
    Profissional do ESC
    Profissional do ESC

    Data de inscrição : 22/09/2013
    Mensagens : 2427
    Idade : 24
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por JDiogo em Sex Maio 12 2017, 00:56

    Estónia Sad Sad
    avatar
    Miguel
    Super Fã
    Super Fã

    Data de inscrição : 14/10/2013
    Mensagens : 1150

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por Miguel em Sex Maio 12 2017, 01:25

    Também acho que a vitória não foge à Itália apesar desta ordem de atuação. E também acho que Portugal fica à frente da Bulgária. Chamem-me otimista, tô nem aí.

    Ri com a Estónia. E adorei a Áustria. A Grécia em condições normais ficaria em último lugar mas vão ficar muito mais acima (infelizmente).

    Hot Dog Life
    Super Fã
    Super Fã

    Data de inscrição : 17/03/2014
    Mensagens : 295
    Idade : 25
    Localização : Bobadela

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por Hot Dog Life em Sex Maio 12 2017, 04:41

    Com uma ou outra excepção (Irlanda e Estónia Laughing )achei esta semi-final vocalmente bem melhor que a primeira, apesar de ter 4 ou músicas horríveis e que não tinham salvação. Pena duas surpresas muito negativas entre as qualificadas, que não me agradaram nada Rolling Eyes

    Sérvia: Actuação razoável do ponto de vista vocal, mas um bocado morta a nível cénico, tendo só melhorado com a entrada do bailarino. Não passagem previsível e justa.

    Áustria: Das melhores da noite. Continuo a achar que aquela lua não faz grande sentido e não tem nada a ver com a música, mas a verdade é que a actuação dele deixou-me preso durante os 3 minutos. Tinha 99% de certezas de que ele seria o último apurado.

    Macedónia: Isto do ponto de vista vocal foi muito bom. Se não soubesse que estava no ESC, era capaz de jurar que ela tinha cantado em playback. A música é banal, mas acho que devia ter passado.

    Malta: Actuação demasiado dramática, e aquele vestido não a favoreceu nada. Não foi totalmente mau, mas deve ter sido das últimas classificadas.

    Roménia: Por acaso, acho que isto não correu muito bem. Ele desafinou imenso, a actuação foi muito confusa e ainda por cima o instrumental estava demasiado alto para a voz dela se destacar. Gosto imenso desta música na versão estúdio, mas só mereceu a passagem porque esta semi-final tem músicas horrendas.

    Holanda: Surpresa negativa nº1. Tudo muito sem sal e desinteressante, devia ter ficado nos últimos lugares. Enfim, alguém tem de ficar em 26º na final, e espero que seja entre elas e a Croácia.

    Hungria: Fantástico!!! Eu odiava isto, mas vai subir em flecha no meu ranking. Actuação muitíssimo boa que me fez alterar completamente a minha opinião sobre esta canção. Gosto de ser assim surpreendido!

    Dinamarca: A canção é muito boa, mas a actuação podia ser melhor. Só se destaca quando aparece aquele efeito visual misto Only Teardrops/Running Scared. Passagem justa, mas cheira-me que na final não vai ter o resultado que musicalmente merece.

    Irlanda: Não correu bem, e o intérprete foi o grande culpado. Nos tons mais baixos esteve mal, o que tendo ele uma voz um bocado feminina tornou a actuação irritante em certas fases. Para além disso existiram momentos em que ele parecia completamente perdido em palco, sendo que no final passou mais tempo a olhar para o chão do que para outro lado qualquer.

    San Marino: Isto é mau, mas até se destacou depois da borrada que foi a actuação do irlandês. A música é demasiado repetitiva e como é óbvio nunca passaria.

    Croácia: Ora bem: já não bastava a música ser confusa, como o cenário também foi confuso e o jogo de câmeras um pandemónio. Tive flashbacks da passagem da Geórgia no ano passado.

    Noruega: Achei a actuação visualmente confusa e vocalmente achei-o nervoso, mas nada de muito grave. Passou com naturalidade, mas acho que tinha potencial para mais.

    Suíça: Infelizmente, o pior aconteceu. O vestido e o cenário não resultaram nada bem, e ainda por cima ela falhou vocalmente em pormenores muito subtis que caso falhem, como aconteceu, transformam esta excelente canção numa banalidade. Assim que vi a actuação, previ logo este resultado.

    Bielorrússia: Meh, aceita-se. Eu acho que ele devia estar calado e limitar-se a tocar, porque não tem grande jeito para isso. É uma canção que vale muito pela diversidade que traz, mas da qual pessoalmente não gosto...acho que a rapariga salva muito a coisa.

    Bulgária: Ele tem 17 anos? Dava-lhe para aí uns 12. Aqueles agudos iniciais não correram bem, mas a partir daí ele esteve impecável. Achei o cenário algo decepcionante mas a actuação faz sentido. Atenção que ele tem um excelente lugar de actuação que o vai beneficiar muito no televoto, e se estiver vocalmente perfeito pode ser um caso sério.

    Lituânia: Horrível, acho que preferia as melancias ou lá o que era. Das piores músicas que me lembro de ver no ESC, o que é um feito.

    Estónia: Isto foi uma reedição do que o Azerbaijão tinha feito na Semi-Final 1: Excelente música na versão estúdio, mas interpretada pessimamente, principalmente por parte da Laura. Eu até achava que eles iam passar, mas acaba por ser justo porque não se admite uma actuação assim.

    Israel: A canção não é grande espingarda mas a actuação resultou bem. Ele tem muito carisma, mas como já se tinha visto pelo ensaio, certas partes da coreografia transbordam de azeite por todo o lado. Não me faz grande confusão ter passado.

    Sobre os qualificados automaticamente que passaram por lá: Já dei a vitória da Itália como mais certa, e continuo a não gostar nada do fundo. Mesmo assim, continua a ser a minha favorita. A Alemanha é uma banalidade e vai estar no bottom, sendo que me parece que o Reino Unido vai ter o mesmo destino, porque apesar de ter uma actuação visualmente imponente não me parece que seja uma canção que chegue às massas. O vocalista da Ucrânia desafina que se farta e tenho uma relação de amor ódio com a música de Espanha porque ora a odeio ora gosto bastante, e acho que tinha potencial se fosse cantada por um intérprete melhorzito.
    avatar
    Tiago D
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 15/10/2013
    Mensagens : 3660
    Idade : 25

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por Tiago D em Sex Maio 12 2017, 04:51

    Estava-se mesmo a ver que esta semi-final ia ter resultados tipo assim Shocked Shocked

    Pobre Estónia...estão feitos uma Islândia, tem uma dificuldade gigante em passar Rolling Eyes

    A Sérvia já esperava embora tenha gostado muito da atuação. De quem gostei muito foi da Croácia...aquilo resultou muitíssimo bem, e como nunca odiei a canção gostei do seu apuramento, assim que terminou a atuação achei logo que tinha boas possibilidades de passar.

    A Macedónia estava mais que visto que ia à fava, ao menos ganhou um anel, já não foi mau de todo a noite para ela. Uma questão...li cobras e lagartos da voz o Imri...e ele estave com a voz exatamente no sitio onde devia estar, estava super confiante e a aproveitar aquilo como se não houvesse amanha. Das melhores atuações da semi-final.

    Ainda pensei que a Noruega ia com as cabras mas lá se safaram. A Holanda foi outra que esteve muitíssimo bem como já calculava. A Hungria passou com uma perna ás costas e a Roménia o mesmo Laughing

    Esta semi-final só pode ter sido ganha pela Bulgária, que esteve impecável a nível vocal e a atuação correu muito bem, embora tenha preferido a partir do meio da canção. Falar de grandes vozes tenho de ir buscar a Dinamarca, valeu muito a pena ficarem 2 anos seguidos na semi-final para depois estarem assim em 2017..ela canta que se farta I love you I love you I love you Pobre Irlanda, mas já temia...foi o ultimo e quem a apostei para passar, mas já sabia que era uma aposta de risco Sad A Eliminação da Suíça foi outra que me custou mas estava mais que preparado Mad
    avatar
    CláudioV
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 26/09/2013
    Mensagens : 3528
    Idade : 25

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por CláudioV em Sex Maio 12 2017, 10:48

    Tiago D escreveu:Estava-se mesmo a ver que esta semi-final ia ter resultados tipo assim Shocked Shocked

    Pobre Estónia...estão feitos uma Islândia, tem uma dificuldade gigante em passar Rolling Eyes

    A Sérvia já esperava embora tenha gostado muito da atuação. De quem gostei muito foi da Croácia...aquilo resultou muitíssimo bem, e como nunca odiei a canção gostei do seu apuramento, assim que terminou a atuação achei logo que tinha boas possibilidades de passar.

    A Macedónia estava mais que visto que ia à fava, ao menos ganhou um anel, já não foi mau de todo a noite para ela. Uma questão...li cobras e lagartos da voz o Imri...e ele estave com a voz exatamente no sitio onde devia estar, estava super confiante e a aproveitar aquilo como se não houvesse amanha. Das melhores atuações da semi-final.

    Ainda pensei que a Noruega ia com as cabras mas lá se safaram. A Holanda foi outra que esteve muitíssimo bem como já calculava. A Hungria passou com uma perna ás costas e a Roménia o mesmo Laughing

    Esta semi-final só pode ter sido ganha pela Bulgária, que esteve impecável a nível vocal e a atuação correu muito bem, embora tenha preferido a partir do meio da canção. Falar de grandes vozes tenho de ir buscar a Dinamarca, valeu muito a pena ficarem 2 anos seguidos na semi-final para depois estarem assim em 2017..ela canta que se farta I love you I love you I love you Pobre Irlanda, mas já temia...foi o ultimo e quem a apostei para passar, mas já sabia que era uma aposta de risco Sad A Eliminação da Suíça foi outra que me custou mas estava mais que preparado Mad

    Para tristeza de muitas pessoas por essa internet fora não foi a desgraça que antecipavam. Só notei que não sustentava bem a palavra "pieces", de resto muito competente.

    Também temi pela Noruega. Assim que vi a Croácia passar pensei: "Pronto, já foram". Mas felizmente, lá conseguiram. Prevejo agora um resultado na segunda metade. E creio que até foi mais pelo júri que fizeram melhor figura.
    avatar
    MarcoS
    Membro de Bronze
    Membro de Bronze

    Data de inscrição : 17/11/2013
    Mensagens : 2653
    Idade : 24
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por MarcoS em Sex Maio 12 2017, 16:24

    Aquele momento em que Portugal está em 1º lugar nas apostas e eu fico a pensar que estou numa realidade alternativa xD
    avatar
    VitorBruno
    Super Fã
    Super Fã

    Data de inscrição : 08/11/2013
    Mensagens : 496
    Idade : 23
    Localização : Porto

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por VitorBruno em Sex Maio 12 2017, 18:04

    Ou aquele momento em que o Salvador avacalha completamente durante o dress rehearsal Laughing Laughing


    Conteúdo patrocinado

    Re: Tópico Geral

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Set 19 2017, 16:15